Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2017

O cheiro do Natal

No dia 17 aconteceu a Cantata de Natal na Igreja Reformada que pastoreio aqui em Itararé. Como sempre, momentos como estes são uma oportunidade de reviver a mensagem do amor de Deus, que veio ao mundo de forma tão humilde e singela. Assim como no primeiro Natal estiveram os humildes pastores das campinas de Belém, aqui também não faltaram as crianças da vila. Como acontece em todos os encontros do povo de Deus, também estiveram conosco a mesma multidão dos exércitos celestiais e também o Deus Menino. Também tinha um presépio especial feito pelo nosso paroquiano Robert J. Blümel. O presépio reflete o amor que o Robert tem pela igreja e seu Senhor. O pai dele, Martin Johannes Blümel, foi pastor na Comunidade do Redentor (um belo templo de estilo gótico de 1894, próximo ao centro histórico de Curitiba) e na Comunidade Melanchton, no bairro Boqueirão (também em Curitiba), entre as décadas de 60 e 70. A dedicação que Robert tem pela igreja vem de berço. Quando ele me pergu

Natividade de John Donne

Cena da Natividade, por Joseph Kastner (1844 - 1923), na Igreja do Redentor (Erlöserkirche), em Viena (Áustria) NATIVIDADE | John Donne Tradução de Lawrence Flores e Marcus de Martini: A imensidade toda em teu ventre divino Abandona já o amado confinamento, Ali, a fim de ser possível seu intento, Surge neste mundo frágil e franzino. Mas, onde o pouso para ti e teu menino? Deita-o na manjedoura, pois do Oriente vasto Sábios e estrelas virão para que o nefasto Se detenha, o ciúme de Herodes assassino. Vês, minha alma, c’os olhos da fé, como dorme O que tudo preenche, mas ninguém segura? Não é a piedade Dele tão enorme, Para te apiedares na mesma altura? Beija-o e até o Egito siga trilha adentro, Com Sua mãe, que partilha teu sofrimento. FLORES, Lawrence; MARTINI, Marcus de. Traduzindo La Corona , de John Donne. Revista Letras , São Paulo, v.49, n.1, p.29-46, jan./jun. 2009. Disponível em: http://seer.fclar.unesp.br/letras/article/view/1747. Acesso em: 21.dez.2017. Tradução de Afonso F