Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de 2011

London Calling: a necessidade de ampliar a leitura da realidade

Tanto se fala sobre os tumultos em Londres nos meios de comunicação e pouco se tem refletido sobre as causas de tais manifestações. Nesse aspecto, uma análise mais ampliada e esclarecedora é a fala do sociólogo Silvio Caccia Bava. No entanto, alguns veículos tendem a desacreditar qualquer opinião que transfira a culpabilidade para outras esferas e, quando um entrevistado coloca algumas variáveis importantes na equação, a situação fica embaraçosa. É o que aconteceu quando o ativista, um senhor negro de 68 anos, chamado Darcus Howe era entrevistado pela âncora Fiona Armstrong da BBC News no dia 09 de agosto de 2011.

A entrevista teve grande repercussão na internet e a emissora recebeu muitas reclamações de telespectadores dizendo que Armstrong foi “rude” durante a entrevista, levando a BBC a pedir desculpas por qualquer ofensa causada na entrevista, em virtude da “questão mal formulada” e que não tinha a intenção de desrespeitar o entrevistado. Diante de uma entrevistadora que parece p…

Direitos Humanos: imagens do Brasil

Convite para a abertura da exposição Direitos Humanos: imagens do Brasil, programada para o dia 15 de agosto de 2011 (segunda-feira), às 19h, no Museu da UFRGS.

Há no firmamento

Há no firmamento
Um frio lunar.
Um vento nevoento
Vem de ver o mar.

Quase maresia
A hora interroga,
E uma angústia fria
Indistinta voga.

Não sei o que faça,
Não sei o que penso,
O frio não passa
E o tédio é imenso.

Não tenho sentido,
Alma ou intenção...
Estou no meu olvido...
Dorme, coração...

PESSOA, Fernando. Vozes da Saudade. Cotia: Vergara & Riba Editoras, 2007.

Noite de São João para além do muro do meu quintal

NOITE DE S. JOÃO PARA ALÉM DO MURO DO MEU QUINTAL
Alberto Caeiro (Fernando Pessoa)

Noite de S. João para além do muro do meu quintal.
Do lado de cá, eu sem noite de S. João.
Porque há S. João onde o festejam.
Para mim há uma sombra de luz de fogueiras na noite,
Um ruído de gargalhadas, os baques dos saltos.
E um grito casual de quem não sabe que eu existo.

PESSOA, Fernando. Alberto Caeiro: poemas completos. São Paulo: Nobel, 2008. p. 136


E a música do Vitor Ramil inspirada no poema do Fernando Pessoa:




NOITE DE SÃO JOÃO
Vitor Ramil (Ramilonga, 1997)
Poema de Fernando Pessoa


Noite de São João
Noite de São João
Para além do muro do meu quintal
Noite de São João
Noite de São João
Para além do muro do meu quintal

Do lado de cá, eu
Do lado de cá, eu
Do lado de cá, eu
Sem noite de São João
Do lado de cá, eu
Do lado de cá, eu
Do lado de cá, eu
Sem noite de São João

Porque há São João
Onde o festejam
Para mim há uma sombra de luz
De fogueiras na noite
De fogueiras na noite
De fogueiras na noite

Um …

''Lamento que líderes do PT deem consultoria aos donos do dinheiro''

Entusiasta da experiência do partido no poder, Frei Betto afirma que petistas não mais prestam auxílio aos movimentos sociais.

Confira abaixo a entrevista que o escritor concedeu ao jornalista Fernando Gallo no jornal O Estado de S.Paulo deste dia 12 de junho de 2011.

ENTREVISTA

Frei Betto, escritor

Sete anos após deixar o governo Lula, no qual foi assessor especial da Presidência, o escritor e assessor de movimentos sociais Frei Betto é um entusiasta da experiência do PT no poder e crítico ferrenho dos dirigentes da sigla. Em meio à crise política e ao impacto do lançamento do programa Brasil sem Miséria, Frei Betto falou ao Estado. Ele elogiou o plano social e não poupou ataques à direção petista no caso Antonio Palocci: "Já não encontro os dirigentes dando consultoria a movimentos sociais".

Como o sr. analisa a saída de Antonio Palocci do governo?

O governo demorou a agir diante da crise que se instalou a partir da constatação desse surpreendente aumento do patrimônio. Isso …

5º Seminário de Políticas Sociais

Tema: As políticas sociais e a democratização da democracia
Data: 12 de maio de 2011, das 9h às 17h30min Local: Auditório Maristas – Rua Irmão José Otão, 11 Bairro Bom Fim – Porto Alegre
Programação: 9h – Abertura 9h30min - Painel e debate: Realidades, Estado, sociedade e economia hoje. Para onde vamos? Prof. Dr. Marcio Pochmann (IPEA/UNICAMP) 12h – Intervalo 13h30min – Painel e debate - As políticas sociais e a democratização da democracia. Que fazer?  Prof. Dr. Rudá Ricci (Presidente Instituto Cultiva - PUC/Minas) e Profa. Dra. Ana Maria Colling (Unilasalle - Canoas/RS) 17h30min – Encerramento
Evento gratuito - Inscrições aqui

Procura-se educadores/as voluntári@s!

V Encontro Escravidão e Liberdade no Brasil Meridional será realizado em Porto Alegre, na UFRGS

O V Encontro Escravidão e Liberdade no Brasil Meridional será realizado em Porto Alegre, na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Tem por objetivo reunir pesquisadores que se dedicam aos temas da escravidão, da liberdade e do pós-emancipação na região sul do país, bem como aqueles que, tratando de temas correlatos ou estudando outros espaços, possam estabelecer conexões com a região ou com os temas privilegiados.



11 a 13 de maio de 2011 - Universidade Federal do Rio Grande do Sul - Porto Alegre/RS

Conferencistas:
- Prof.Dr. Joseph Miller – University of Virginia
- Profa. Dra. Silvia Hunold Lara – Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP)

Valor das inscrições
Ouvintes: R$25,00

Mais informações: http://www.labhstc.ufsc.br/vencontro.htm

I want to ride my bicycle

O atropelamento de ciclistas em Porto Alegre no último dia 25 é exemplo da exclusão presente em nossas cidades e da inoperância do poder público em relação à mobilidade urbana.



Por isso, é oportuno resgatar o exemplo de cidadãos insatisfeitos de Guadalajara (México) que, depois de meses cobrando compromissos assumidos pelo governo no Plano Diretor de Mobilidade Urbana Não-Motorizada - que incluía a construção de 1.500 km de ciclovias - e não serem atendidos, decidiram mostrar que o que falta é apenas um pouco de vontade. No dia 10 de janeiro passado, com 12.000 pesos arrecadados (algo como R$ 1.600,00), construíram uma "ciclovia cidadã" de 5 quilômetros.



Algo semelhante aconteceu em 2008 em Curitiba quando a moçada pintou uma ciclofaixa na rua Augusto Stresser. A recompensa pelo "crime ambiental" foi uma pesada multa.

Mais:


Grupo de ciclistas é atropelado em Porto Alegre

La “ciclovía ciudadana” y el urbanismo desde abajo

Ciclistas pintam ciclofaixa em rua de Curitiba …